Milaneza celebra o Dia Mundial das Massas

DATA: 26-10-2021

25 de outubro de 2021 – A Milaneza celebra o Dia Mundial das Massas com a assinatura de um protocolo com a NOVA Medical School. Esta parceria tem como base uma investigação sobre a relação entre o consumo de massa e índice glicémico nos portugueses.

O protocolo assinado entre as duas entidades reforça a posição da Milaneza como marca de massas no 1 em Portugal, que continua a antecipar as tendências de mercado e as necessidades dos portugueses, tendo sempre presente a sua preocupação de promover uma alimentação saudável e equilibrada. O lançamento da gama natura com massas integrais com fibra de aveia respondeu a este posicionamento da marca.

A investigação, conduzida pelos alunos do Mestrado Integrado em Medicina e da Licenciatura em Ciências da Nutrição, vai estudar características dos hidratos de carbonos e o seu impacto nos níveis de glicemia.

As massas alimentícias estão presentes no grupo dos cereais e derivados, tubérculos, da Roda da Alimentação Mediterrânica, grupo responsável por fornecer cerca de 28% da energia total diária recomendada, sendo um excelente fornecedor de hidratos de carbono e fibra dando um bom contributo para a dieta alimentar. Protocolo entre a Milaneza, marca do grupo Cerealis, e a NOVA Medical School vai permitir estudar o impacto do consumo de massa no índice glicémico.

“A ingestão de fibra tem vários benefícios como a redução do colesterol e da pressão arterial, mas uma das grandes vantagens é a sua contribuição para a diminuição do índice glicémico. Quanto menor o valor de índice glicémico, menor o efeito na subida do açúcar no sangue (após ingestão dos alimentos). Este dado pode ajudar-nos a selecionar alimentos cujo aporte de fibra ajude a controlar o teor de açúcar no sangue. É, por isso, importante analisar os hábitos de consumo e adotar estratégias que tenham impacto positivo na saúde”, afirma Margarida Bacelar, responsável pela área de Inovação e Desenvolvimento da Cerealis.

Do lado da NOVA Medical School, refere que “os estudantes do Mestrado Integrado em Medicina e da Licenciatura em Ciências da Nutrição envolvidos em estudos clínicos na área da nutrição, podem capacitar a indústria e completar a sua missão de fornecer mais informação sobre o impacto no consumo. Os estudantes da Licenciatura em Ciências da Nutrição da NMS terão ao longo da sua formação pré-graduada contacto com temas relevantes para a indústria, desde indicadores de saúde, tecnologia associada à produção de produtos com maior interesse nutricional, assim como na análise do impacto do seu consumo em parâmetros clínicos”.

O Dia Mundial das Massas assinala-se no mês do Dia Mundial da Alimentação e o Dia da Menopausa. Datas que têm em comum a tónica de que fazer refeições de baixo índice glicémico deve ser uma mensagem cada vez mais presente e entendida por todos. No caso da menopausa, por exemplo, sabe-se que mulheres com padrão de refeições de elevado índice glicémico, muito associado à resistência à insulina, pré-diabetes e diabetes, possuem níveis mais elevados de estrogénios, mais rápido esgotam os oócitos e por isso ficam em maior risco de menopausa precoce.

NOVA Medical School A NOVA Medical School (NMS) é a Escola Médica da Universidade NOVA de Lisboa. Conta atualmente com 1.740 alunos no Mestrado Integrado em Medicina, 96 alunos na Licenciatura em Ciências da Nutrição, 436 alunos em formação pós-graduada e um total de 734 docentes e investigadores. Trabalha com várias unidades de saúde associadas, o que permite aos seus alunos usufruir de uma diversidade de locais de ensino e um conhecimento da realidade hospitalar e de cuidados de saúde primários mais abrangentes. O CEDOC-NMS, Centro de Estudos de Doenças Crónicas integra 3 unidades de investigação: o TOXOMICS (Centro de Toxicogenómica e Saúde Humana), o CHRC (Comprehensive Health Research Centre) e o iNOVA4Health (programa de medicina translacional). A NMS é ainda participante na Unidade I&D Centro de Investigação em Tecnologias e Serviços de Saúde (CINTESIS), na qual a Professora Conceição Calhau coordena a Linha Temática 1 – Medicina Preventiva & Desafios Societais.

 

Veja as receitas aqui:

Sopa de Feijão: 

Macarrão:

Esparguete: