Centro de Nutrição

O Centro

 
A Milaneza acaba de lançar um novo serviço, o Centro de Nutrição Milaneza.
Tendo como principal objetivo promover a educação alimentar, queremos ajudar os nossos seguidores nas suas tomadas de decisão na procura de uma alimentação saudável e equilibrada.

Os principais eixos de intervenção do nosso Centro são:

1. Garantir o acesso a uma informação adequada sobre hábitos alimentares saudáveis;
2. Contribuir no processo de ajustamento no sentido de uma dieta alimentar mais equilibrada e saudável;
3. Esclarecer dúvidas e desmistificar mitos sobre alimentação;

Acompanhe as nossas dicas e notícias no site e Facebook da marca.

Escreva-nos e partilhe connosco as suas dúvidas sobre alimentação através do contacto: centronutricao.milaneza@cerealis.pt

Dieta Mediterrânica

 

O nosso organismo necessita de Hidratos de Carbono, Proteínas, Lípidos, Vitaminas, Sais Minerais, Fibras e Água, em proporções equilibradas.
Com o auxílio da Roda dos Alimentos, podemos perceber a proporção que cada grupo de alimentos deve ter na nossa alimentação diária, sendo que a porção maior (28%) deverá corresponder aos tubérculos, aos cereais e aos seus derivados, onde se incluem as MASSAS.

Cada grupo contém alimentos com valor nutricional semelhante, pelo que se deve comer regularmente alimentos de todos eles e, dentro de cada um, variar o mais possível, com o objetivo de se praticar uma alimentação saudável.

As massas são uma fonte privilegiada de hidratos de carbono e, por isso, fundamentais na nossa alimentação. A percentagem de energia de que precisamos e que é obtida a partir dos hidratos de carbono é 50% do nosso valor total energético, o que nos dá uma perspetiva da importância de os ingerirmos de acordo com o nosso peso e atividade física.

A facilidade de digestão e de absorção das massas faz com que mantenhamos os níveis sanguíneos de glicose estáveis durante mais tempo. Estes níveis, aliados a uma boa prática física, ajudar-nos-ão a manter o bem-estar que o nosso corpo e mente necessitam. Por este motivo, a massa é frequentemente aconselhada aos desportistas e é a base da sua alimentação, sendo um dos alimentos que melhor fornecem níveis de energia de “longa duração” e tem um papel fundamental na preservação muscular.
A massa é ainda uma fonte de várias vitaminas: B1, B2, B6, PP e E, de ácido fólico, fosfato, cálcio, ferro, cobre, magnésio, sódio e potássio. Para além de tudo isto, não contribui para aumentar as gorduras nem os açúcares.

As massas são importantes elementos da tão apreciada dieta mediterrânea e não nos deixam de surpreender. Quer pelo sabor fantástico que fascina milhões de pessoas em todo o mundo, quer pela quantidade infindável de pratos que se podem confecionar com este magnífico alimento: desde sopas, pratos quentes, sobremesas e saladas (quentes ou frias), tudo é possível e tudo contribui para uma vida mais duradoura e feliz.

Benefício das massas

As massas Milaneza são 100% naturais, produzidas a partir de sêmola de trigo duro e de água, fatores que as tornam num produto de qualidade superior. Podem ser consumidas praticamente por pessoas de todas as idades, desde crianças a pessoas idosas, pois são fornecedoras de variados nutrientes, entre os quais:

  • Vitaminas do complexo B, que contribuem para o equilíbrio digestivo e do tecido nervoso;
  • Minerais, importantes para o bom funcionamento do organismo;
  • Hidratos de Carbono, que são os fornecedores de energia para as células do sistema nervoso e constituem a principal fonte de energia para o movimento, o trabalho e a realização de todas as funções do organismo; desta forma, as massas alimentícias são adequadas para a alimentação dos desportistas, tendo ainda um baixo teor de gordura, colesterol e sal.

Conheça os motivos para começar a comer massa na sua rotina alimentar.

E-book sobre Massas Alimentícias

Para assinalar o Dia Mundial das Massas, que se comemora a 25 de Outubro, a Associação Portuguesa dos Nutricionistas (APN) lança um e-book sobre Massas Alimentícias, que se propõe funcionar como um documento de apoio a todos os profissionais de Saúde – nomeadamente da área das Ciências da Nutrição – estabelecimentos de ensino, Comunicação Social e público em geral.+

Para o consultar, clique aqui. (PDF) >>

Nutrição

 
 

Reforçar as defesas naturais
No Inverno devemos reforçar as nossas defesas e os alimentos da época podem ajudá-lo.
Alguns hortícolas como espinafres, couve, o repolho, a couve-flor, as couves-de-bruxelas, ou os cogumelos, ervilhas, feijão, beterraba, alface e agrião estão em grande destaque na estação. Relativamente às frutas, os citrinos desempenham um papel essencial pela riqueza em vitamina C que nos ajuda a resistir às tão conhecidas constipações. Sabe porque deve privilegiar os alimentos da época? Respeitar a altura certa dos alimentos tem vantagens nutricionais (mais vitaminas e minerais), económicas (pela abundância do produto, o preço será mais baixo) e ecológicas (se obedece ao ciclo natural de produção, ajuda a preservar o meio ambiente).

 

Fazer exercício físico
O outono e inverno são, por norma, as alturas do ano onde se denota uma diminuição da atividade física. Passamos mais tempo em casa, anoitece mais cedo e o próprio frio acaba por provocar um decréscimo de exercício físico. É importante manter-se atento ao ponteiro da balança e perceber a necessidade de ajustar o nosso padrão alimentar e exercício físico ao clima.
Se tivermos um estilo de vida adequado e uma alimentação correta, estamos preparados para enfrentar o Inverno, mas se não tivermos um bom estado nutricional, estamos mais suscetíveis a algumas doenças. Adeque a sua alimentação quer em quantidade como em qualidade, independentemente da altura do ano
Saiba como organizar as suas refeições com base nos momentos de treino em: http://www.milaneza.pt/alimentacao-e-desporto/

 

A importância do consumo de fibras
Para obtermos as nossas massas integrais e aproveitarmos a maior parte das vitaminas e minerais, não descascamos o grão de trigo na sua totalidade. Através desse método, conseguimos também garantir uma grande quantidade de fibra que é essencial para a regulação do trânsito intestinal e para o controlo do apetite.

 

Mantenha-se hidratado
Devido ao tempo frio, a vontade de beber água no seu estado natural é menor do que noutras épocas do ano. Apesar de fazer parte da rotina alimentar, existem outras opções que nos permitem manter uma ingestão hídrica adequada como chás e infusões e, ao mesmo tempo, aumentar a temperatura corporal.
Existem diversos tipos de chás e com diferentes características, alguns mais calmantes que outros, mas com nutrientes como os flavonóides que têm ação antioxidante, importante à saúde cardiovascular. O chá verde e chá preto são tipicamente reconhecidos como chás estimulantes pelo seu teor em cafeína enquanto o chá de camomila e tília são muitas vezes os preferidos para uma ceia pelo seu efeito calmante. Não se esqueça da regra de 1,5L a 2L de líquidos por dia quer seja inverno ou verão.

Consulte mais dicas que temos para si aqui
 
 

Ted Lessons

A International Pasta Organization (IPO) e a Milaneza estão continuamente a estudar o mundo das massas. Queremos partilhar com todos o conhecimento que fomos adquirindo sobre massas, bem como as mais recentes descobertas: a natureza das massas, os benefícios, a forma como o nosso organismo reage à sua presença e como digerimos os diferentes nutrientes, entre outros temas. Nesse sentido, lançamos pequenas aulas simples, engraçadas e dinâmicas sobre alimentação.

A MASSA É BOA PARA SI

 
Uma alimentação saudável e equilibrada deve ter quantidades adequadas de todos os nutrientes: proteínas, hidratos de carbono, gordura e fibra. Sabe que existem diferentes tipos de hidratos de carbono? A Dieta Mediterrânica é o nosso guia alimentar, conheça-a nesta primeira sessão.


MASSA – O ALIMENTO SACIANTE E SABOROSO

 
Diferentes alimentos provocam diferentes respostas nas nossas células e a reação do nosso organismo é também distinta quando temos uma massa al dente ou mais cozida. Saiba quais as diferenças.


A MASSA É BOA PARA O PLANETA

 
Sabia que a saúde humana influencia diretamente a do planeta? Uma alimentação saudável pode ser também sustentável se preferir alimentos de origem vegetal que utilizam muito menos recursos ambientais.


A MASSA NÃO ENGORDA

 
“A massa engorda” – este é um dos mitos mais frequente. Nenhum alimento é culpado pelo aumento de peso; o excesso de peso e obesidade resultam de uma ingestão de calorias em excesso. Consulte as nossas dicas para uma refeição equilibrada.